terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

11 desenhos da infância

Quem nasceu nos anos 80 e 90 provavelmente cresceu assistindo a desenhos animados repletos de lições de caráter. E, mais do que isso, quis ser valente como Simba, corajoso como Aladdin, persistente como Mulan e forte como Pocahontas!

Volta e meia, alguém se lembra de desenhos que, hoje, já não são mais tão comentados, e fica tentando lembrar a origem dessas memórias infantis.

Para relembrar, preparamos uma lista com alguns desenhos que marcaram a infância de muita gente:

1. FernGully (1992)
Estúdio: Kroyer Films, A. Film A/S, FAI Films


O desenho australiano já conscientizava as crianças sobre os perigos da poluição e da destruição das florestas antes de a sustentabilidade virar moda.

2. Todos os cães merecem o céu (1989)
Estúdio: Sullivan Bluth Studios, Goldcrest Films


Charlie é um vira-lata malandro que vive do crime. Entre roubos e trapaças, ele acaba sendo pego em uma emboscada de seu parceiro e morre. Como o título deixa bem claro, ele acaba no paraíso sem nunca ter feito uma boa ação. Mesmo assim, ele quer vingança e arruma um jeito de descer de volta para a Terra, mas isso significa que ele nunca poderá voltar para o céu. Eventualmente, ele conhece uma menina órfã e tem uma daquelas epifanias que mudam seu comportamento pra sempre.

3. Em busca do vale encantado (1988)
Estúdio: Sullivan Bluth Studios, Amblin Entertainment





Antes de Jurassic Park, Steven Spielberg já era responsável por inspirar uma geração apaixonada por dinossauros. A história dramática do pequeno apatossauro Littlefoot e seus amigos reptilianos era cheia de aventuras, obstáculos e, o mais importante, lições sobre amizade. A saga fez tanto sucesso que gerou não uma, duas, três, mas DOZE continuações.

4. Anastasia (1997)
Estúdio: Fox Animation Studios


Garota pobre e órfã foge de orfanato, descobre que é uma princesa perdida e é perseguida por um vilão com poderes sobrenaturais (e ainda encontra seu grande amor no meio da história). História da Disney? Poderia ser, mas essa animação é da Fox. Fez tanto sucesso que a boneca estilo Barbie da Anastasia foi uma das mais cobiçadas da década de 90.

5. Pagemaster (1994)
Estúdio: Turner Pictures


Você provavelmente se lembra de Macaulay Culkin em Esqueceram de Mim, mas o garoto estrelou outros filmes de sucesso entre o público infantil na década de 90. Um deles é Pagemaster, que mistura animação com live-action para contar a história de uma biblioteca encantada.

6. Cãezinhos do canil e a lenda do pata grande (1988)
Estúdio: vários


Os cãezinhos estrelavam uma série animada (e uma linha de brinquedos) que fez tanto sucesso que virou filme.

7. Polegarzinha (1994)
Estúdio: Don Bluth Group of Companies


A animação baseada na história de Hans Christian Andersen também é dessas que tinham tudo para ser um clássico da Disney. O filme conta a vida de uma moça que era do tamanho de um polegar. Aí aparece um príncipe, um vilão invejoso e aventuras mágicas… só que em miniatura.

8. Um conto americano (1986)
Estúdio: Amblin Entertainment, Sullivan Bluth Studios


Basicamente, a animação trata da história da imigração para Nova York. Contada com ratos e gatos. Fievel é um ratinho russo que muda para os EUA com a família fugindo da opressão no Leste Europeu. A aventura começa quando ele se perde dos pais em mar aberto e tem que reencontrá-los na cidade americana. No meio disso tudo, ele descobre como os imigrantes sofrem também no novo lar, mas lutam pela sua liberdade.

9. A ratinha valente (1982)
Estúdio: Aurora Productions, Don Bluth Productions


A história baseada em uma série de livros infantis conta as peripécias que uma camundonga viúva passa para salvar a vida de seu filho. Para tanto, ela apela para a ajuda de ratos míticos que, olhe só, revelam ter sido parte de experiências genéticas junto de seu falecido marido. Bonitinho e com quê de ficção científica.

10. O príncipe do Egito (1998)
Estúdio: DreamWorks Animations


A história é bíblica, mas o filme não apela para a doutrinação. Com belas cenas, O príncipe do Egito é um filme bacana principalmente para quem tem uma queda pelo Antigo Egito. 

11. Space Jam (1996)
Estúdio: Warner Bros Family


Houve um tempo em que Michael Jordan era sinônimo de basquete. A Nike criou até uma linha de tênis com seu nome e todo garoto fã das cestas sonhava em ter um destino parecido com o dele. Não é por acaso que Space Jam, mistura de live-action com animação, fez tanto sucesso. Afinal, misturar os Looney Tunes (uma das franquias de animação mais bem-sucedidas da história) com um astro do esporte não podia dar errado.

Fonte: Revista Superinteressante

Nenhum comentário:

Postar um comentário