segunda-feira, 22 de julho de 2013

Como ajudar seu filho a enfrentar o medo


É normal uma criança pequena sentir medo. O nervosismo é um sentimento natural que nos ajuda a lidar com novas experiências e nos proteger do perigo.

Alguns bebês e crianças pequenas têm medo de coisas bem específicas: insetos, cachorros, escuro e barulhos altos. Outros têm medo de situações novas ou de encontrar pessoas diferentes. Boa parte desses medos desaparece conforme a criança sente-se mais segura de si e do ambiente ao redor.

As dicas a seguir não vão fazer seu filho se livrar dos medos de uma hora para outra. Mas podem ajudar nesse período:

Não despreze o medo que a criança sente

Não subestime os medos da criança, mesmo que pareçam bobos ou irracionais - para ela, a coisa é bem séria e real. Evite desprezar a situação quando ela se mostrar assustada com uma sirene, um caminhão barulhento ou o aspirador de pó ligado, por exemplo.

Mostre a ela que você entende como é ter medo de algo - ela vai aprender que não há problema em sentir medo e que é melhor lidar com isso.

Tentar simplesmente convencer seu filho de que não há motivos para ter medo não vai adiantar. Dizer "Não se preocupe, não tem por que ter medo do cachorro" quase não tem efeito nenhum. Em vez disso, ofereça segurança: "Sei que você fica assustado com o cachorro. Vamos passar por ele juntos. Se precisar, pego você no colo".

É claro que, depois, quando ele estiver mais calmo, você pode conversar sobre cães, mostrar livrinhos, tentar amenizar o temor, sem recriminá-lo.


Use objetos de estimação

Pode ser legal usar algum objeto que o seu filho adora, como a fraldinha a que ele é apegado desde bebê, ou um velho bichinho de pelúcia, para ajudá-lo a enfrentar situações que o assustam. Objetos assim dão conforto a uma criança ansiosa, especialmente quando você precisa deixá-la, por exemplo, na creche ou na cama à noite, para dormir.

Objetos de estimação também podem ajudar a criança na hora de enfrentar situações potencialmente assustadoras, como encontrar pessoas novas ou ir ao médico. Deixe-a fazer isso. Ela provavelmente vai parar de carregar o objeto para todo lugar por volta dos 4 anos, quando terá aprendido outros jeitos de se acalmar na hora do medo.

Explique, exponha e explore

Uma criança assustada às vezes consegue superar o medo se você lhe der uma explicação simples e racional sobre o que está acontecendo. Por exemplo, se ela acha que vai ser sugada pelo ralo da banheira, você pode simplesmente dizer: "Águas e bolhas descem pelo ralo, mas crianças e patinhos de borracha não". Ou explique que a ambulância precisa fazer um barulho alto para que outros carros saibam que têm que sair do caminho.

Para algumas crianças, uma demonstração pode ajudar. Seu filho pode ficar aliviado ao ver que o aspirador de pó suga migalhas, areia e sujeira, mas não consegue pegar o brinquedo dele ou os dedos do papai.

Resolva o medo junto com seu filho
Se seu filho tem medo de escuro, coloque um abajur no quarto dele ou deixe uma luzinha acesa à noite. Por meio de tentativa e erro, você e seu filho vão descobrir um jeito de ajudá-lo a ter mais sensação de poder e de controle sobre as coisas que o assustam. 

Fonte: BabyCenter

Nenhum comentário:

Postar um comentário