quarta-feira, 23 de julho de 2014

Esporte e aventura: trilhas, pontes, obstáculos, tudo aqui na escola!


Para explorar lugares desconhecidos no Colégio, no início da tarde, preparamos um acessório muito importante! Uma viseira, pois para a aventura do dia, estava previsto um caminho longo, cheio de desafios e não é legal ficarmos expostos ao sol, não é mesmo?











Antes de uma grande caminhada é bom fazer um lanchinho. Que tal um bolinho de chuva? (sem chuva mesmo...). Mas, como todos os dias, nada de preguiça, todas as crianças ajudaram a preparar a massa, que depois foi para a cozinha e voltou pronta para degustarmos.




















Cada um com a sua viseira, todos curiosos! Nem imaginavam o que ia acontecer! Os nossos parques foram transformados numa trilha que exigiu muita força e equilíbrio da garotada. Ah, das tias também!







































Todos animados, concentrados, cansados... Ao terminarmos a trilha com obstáculos um convite foi feito: Vocês querem conhecer um lugar muito diferente? Eu quero! Eu também! É muito longe? O que a gente vai fazer lá?




Surpresa!!! Quem sabe escorregar com papelão? Ah, que lugar é esse? Já sei, já sei! Eu passo aqui todos os dias para vir à escola! É um paredão de grama que vemos da avenida! Um verdadeiro escorregador gigante! É isso mesmo! Neste lugar só podemos vir no plantão de férias!





































E o que não faltou foi alegria! Sobe, desce. Empurra, puxa. Eu tenho medo! Eu não! Vamos juntos? Preciso de um papelão maior! Nossa, agora eu desci super, mega rápido! Que tal de costas?
Faltou fôlego para a volta? Não! Voltamos para a hora do lanche! Muita água e suco para hidratar, lanchinho saudável e mais bolinhos de chuva de sobremesa.













Barrigas cheias, hora de descansar. Mas, quem disse que eles estavam cansados? Voltaram para o parque, ou melhor, para a trilha, e exploraram um pouquinho mais os obstáculos. E o escorrega com papelão? Ah, só no próximo plantão!






















Quem quer casar com a Dona Baratinha, que tem fita no cabelo e dinheiro na caixinha?
O cavalo, o cachorro, o bode, o papagaio. Não, nenhum desses. Só o ratinho, pequenino e atrapalhado que adora um caldeirão de feijoada e que não ronca muito alto.

E assim terminou mais um dia, todos no grande baile de casamento da Dona Baratinha e do Ratinho.






































Nenhum comentário:

Postar um comentário