quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Por uma alimentação mais saudável



Como sabemos, entre os 2 e os 6 anos, a criança vive um período extremamente importante no que diz respeito a vários processos, como o de maturação biológica, desenvolvimento sócio psicomotor, aquisição de autonomia e formação de hábitos alimentares.
Dessa forma, e ainda relacionado ao estilo de vida que a modernidade nos impõe, a escola, atualmente, ocupa um lugar estratégico para a concretização de iniciativas de promoção de saúde, desenvolvimento humano saudável, relações construtivas e harmônicas com os pares, além de favorecimento do convívio, da interação e da educação, também na hora de se alimentar.


Em função disto, o CLQ, acreditando que a educação nutricional é o meio mais concreto de orientação para o aprendizado, adequação e incorporação de hábitos alimentares saudáveis, adotou a prática de oferecer o lanche para todos os alunos da Educação Infantil e do 1º ano do Ensino Fundamental. Portanto, a partir de 2016, não haverá mais a necessidade de envio individual dos lanches pelas famílias. No entanto, para o custeio dessas refeições, será incluída nos boletos escolares, a taxa de R$ 95,00.



Tudo que é novo gera inseguranças e dúvidas. Pensando nisso, na última segunda-feira, foi realizada uma reunião para maiores esclarecimentos sobre esta novidade. Como muitos não puderam comparecer, fazemos um convite para um segundo momento de conversa sobre o tema, que acontecerá no dia 21 de janeiro às 16 horas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário